3 Razões porque decidimos ser nómadas digitais

3 Razões porque decidimos ser nómadas digitais

Já aqui tínhamos falado um pouco sobre este estilo de vida, mas ainda não tínhamos falado quais as razões porque decidimos ser nómadas digitais.

E apesar de existiram bastantes vantagens também não nos podemos esquecer que existem tantas ou mais desvantagens, mas basta lutar e acreditar no nosso trabalho e nos nossos sonhos que com certeza tudo vai correr bem.

1 – Ser mais livre

A principal razão é muito simples, queríamos ser mais livres e poder fazer as nossas próprias escolhas na maioria dos aspectos da nossa vida.

Tanto eu como o João passamos pela experiência que a maioria passa, ter um trabalho normal, oito horas diárias, cinco dias por semana e muito cedo percebemos que realmente não era esse o caminho que queríamos escolher. Claro que ter um ordenado ao fim do mês é bem apelativo, mas o facto de estarmos a trabalhar num sítio que não gostamos, algumas vezes com pessoas que não gostamos, a fazer o que não gostamos e a trabalhar para realizar o sonho de outra pessoa, fez-nos escolher o incerto mas pelo menos podemos estar a trabalhar nos nossos sonhos e naquilo de que gostamos.

Ao ser nómadas digitais conseguimos ser mais livres para escolhermos com quem queremos trabalhar, nos projectos que nós escolhemos, nos horários em que somos mais produtivos sem ter alguém atrás de nós de hora a hora para ver se estamos a trabalhar.

Também conseguimos ser mais livres para escolher o lugar onde vamos trabalhar, não precisamos de ficar cinco dias por semana trancados no mesmo escritório, podemos trabalhar em casa, na biblioteca, num café, num espaço de coworking ou onde formos mais produtivos naquele dia.

Temos mais tempo e oportunidade para trabalhar em projectos pessoais, e não precisamos de pedir férias ou tirar o dia para resolver burocracias, como ir ao médico ou ao banco, e podemos até ir aquela palestra super interessante que vai haver na cidade hoje e por muito que acrescente bastante ao teu trabalho, o teu patrão acha que vais perder tempo.

2 – Conhecer o Mundo

Claro que esta é a razão mais óbvia, afinal quem não gosta de viajar, certo?! Realmente é das coisas que mais gostamos de fazer e acho que é raro aquele país que não queremos conhecer, seja na Ásia ou Europa ou outro continente qualquer [claro que se for um país em guerra já evitamos].

Mas mais do que visitar, aquilo que nós pretendemos é mesmo ter a experiência de viver naquela cidade, poder conhecer as pessoas, os costumes, hábitos, gastronomia e tudo mais. Sentirmo-nos parte da cidade, criar rotinas e hábitos em cidades diferentes e poder sair da nossa zona de conforto para aprendermos sempre mais.

3 – Ganhar inspiração

Como as nossas formações e trabalhos são bastante criativos, estamos sempre à procura de coisas novas e inspiração por todos os lados, e o que pode ser mais inspirador do que o mundo?!

Aprender com pessoas diferentes, que têm pensamentos diferentes e maneiras diferentes de viver. Podermo-nos inspirar e conhecer os trabalhos de outras pessoas, mas também poder passear numa rua e numa cidade que é completamente diferente do lugar onde nascemos e crescemos. Sermos constantemente bombardeados com pensamentos e informações novas.

Estas são com certeza as principais razões desta nossa escolha, claro que existem bem mais, e não é uma ideia que nos surgiu do dia para a noite, fizemos bastantes pesquisas e planeamos muito, aliás é uma ideia que nós andamos a planear até à tempo a mais, são anos à procura de respostas e claro, não é uma decisão que se possa tomar sem todo este trabalho prévio.